Arquivo da categoria: Poesia

Cada linha desta história..

Tecida calma e serenamente de início,contém o seu conto, o seu sentimento e emoção.. Mas no final desta história à uma ausência total de Amor..

Lembranças tecidas a dois, marcadas e vividas a dois..

Esta ligação criada e amada que nos une desde o início destes tempos que fica por terminar, suspensa neste tempo, neste firmamento deve ser liberta.. Cortada..

Mas destruir não é assim tão fácil, eliminar e enterrar todo o tipo de sentimento e emoção.. Actuar como se nada se tivesse passado.. Não pode ser assim!!

Eu sou tudo o que vibra neste meu ser, sou toda a energia que ressoa pela minha alma, seja ela boa ou má..

Sou feita de todos os contos, histórias, e estórias que criei, que vivi e que narrei…

Tudo faz parte de mim, as memórias e recordações, as alegrias e tristezas, os risos e os choros, as mágoas e as paixões, todo o Amor que vivi e senti…

Não posso esquecer, eliminar ou destruir tudo isso.. Não posso destruir a minha teia.. Por muito mal que tenha sido tecida.. Por muito Feia que se apresente.. É a minha Estória, a minha Teia, tudo que Sou..
Não me posso destruir a mim mesma e renascer como uma Fénix no sentido figurativo..

Tenho de viver com tudo o que sou, fui e serei…

Tenho de viver contigo, com a mágoa, a raiva e a tristeza que me fazes sentir.. Mas tenho de aceitar e avançar.. E principalmente tenho de viver Comigo..

Tenho de Caminhar nas Sombras, percorrer a minha Teia e sentir tudo, e controlar meus sentimentos! Saber dar o melhor de mim.. Transformar a raiva em serenidade, a mágoa em resignação, o amor resiliente…

Tenho de aceitar e abraçar todos os acontecimentos, tudo o que fiz, caminhar nas minhas sombras, no mundo que criei e me rodeia..

E fazer as melhores escolhas, com o melhor de mim..

Controlada, ciente de todos os meus sentidos e emoções, na posse de todas as escolhas e caminhos, sabendo a consequência de cada passo dado..

E sempre no caminho do Bem, do que é Justo, do que é um Amor honesto, sincero e puro.. Em todos estes Mundos..

  • Só por hoje não te irrites
  • Só por hoje não te preocupes
  • Só por hoje sê Grata
  • Só por hoje vive e trabalha honestamente
  • Só por hoje ama incondicionalmente

Percorrer a minha teia, o meu Mundo, as minhas estórias de um novo modo..

Antes tinhas o factor pessoal, agora que cortas-te com o que estava mal, transmuta, escolhe bem, trabalha interiormente Não Fales..

A tua partilha não é feita com eles, eles têm as escolhas deles.. A tua partilha é cá em cima, com a tua consciência, com a tua Alma..

Sê boa, nas sombras, caminhando para A Luz, trabalhando o bem, o Amor…

Observado, vendo, reconhecendo, mas não falando, trabalhando..

Afina as linhas da Tua Teia, tens as ferramentas põe mãos à obra..

Trabalha nas Sombras para a Luz, Resgatando a Tua Alma…
Om Shanti…

Awen…

Namaste…

Blessed be…

Tenho muito por dizer.. 

Só de pensar que tive momentos em que pensei em deixar tudo por ti.. Tudo.. E quase o fiz.. 

Ainda bem que não o fiz.. 

Dei-te tudo de mim que podia dar no momento.. Dei-te o Amor, o Companheirismo, a Amizade, o Apoio, assim como a mágoa e a desilusão.. Mas dei-te tudo de mim, muitas Fases de Mim, muitas Partes de Mim.. 

E para quê??.. Porquê eu sei, porque Amei.. 

Mas para quê?! 

Deixas-te de me conhecer, de ver as mudanças que se originam com o tempo, com os acontecimentos, com o crescimento e evolução.. 

Não aceitas-te ver e reconhecer, ficaste preso à ilusão de outros tempos de outros sonhos… 
E agora, agora tratas-me como se a tua mágoa fosse maior que a minha, como se eu não sentisse a tristeza que sentes, a desilusão que acumulas.. 

Nunca saberei que aconteceu, que originou isto tudo, mas tenho muitas ideias.. Mas serão minhas e guardarei esta história toda num baú no fundo minha alma.. 

Voltarei a reconstruir-me a reconhecer-me e a transformar-me.. 

Lamento acima de tudo não ter sido fiel às minhas virtudes, às minhas ideologias.. Infelizmente arrependo-me de ter escrito esta história contigo.. 

Pois perdi-me, e se me tivesse mantido fiel a quem sou não estava onde estou hoje.. E sabes, secalhar a amizade, o companheirismo e a confiança ainda se mantinha.. 

A História seria outra decerto, e com pedras e calhaus no caminho.. Mas secalhar ainda nos poderíamos apoiar um no outro e estaríamos mais felizes que isto.. 

Mas isto são os meus sentimentos, os meus pensamentos, as minhas dores e mágoas.. E com estas palavras pretendo fechar este capítulo, avançar no livro da vida… 

E escrever uma nova história, a minha estória, despochada de sentimentos e emoções, vazia de mim para me preencher de novo.. Evoluindo e crescendo.. 

MaryLin

Queria voar e sentir verdadeiramente…

Livre das amarras deste tempo..

Libertar-me dos contratos criados e estagnados..

Que me prendem e sufocam..

O Caminho é Meu as escolhas são minhas..

É o Meu caminho que devo trilhar.. o Meu Caminho..

Tenho de me libertar dessa consciência colectiva..

Entendê-la, sim..

Mas pensar por mim..

Consciente de mim e desse mundo exterior preso a um ciclo sem fim..

Prestes a mudar e a revirar..

É um trilho solitário assim como a minha essência e aquela que me guia e acompanha..

.

Um Pacto Comigo Mesma 

Lua Cheia reluz pra mim.. 

Mostra-me o próximo ciclo que aí vem.. 

Diz-me como iniciar o caminho de onde fujo..

Caminho que percorri paralelamente. 

Até me ligar a ti, minha Deusa..

Vou iniciar um novo Ciclo ou melhor O Meu Ciclo, contigo a meu lado..

Traçar metas e objectivos.. Mas mais importante ainda, pratica-las… 

O caminho não é só teórico, há que ser vivido praticando-o, vivenciando-o.. 

Com todas as técnicas, ferramentas e graças que possuímo.. 

Lua Cheia, que bates dentro de mim, em uníssono com minha essência.. 

Relembra-me a minha Luz, o meu Dom, as minhas Dádivas.. 

As Minhas Raízes, os meus Pulmões, o meu Mar e a Essência que me preenche.. 

Que eu te sinta, que entre no teu ciclo, que me reconheça em cada fase, e que a viva no momento certo, não no Passado ou no Futuro, mas sim no presente, no Momento.. 

Que aprenda a me libertar e a despegar das emoções conforme o Momento passa.. 

Assim como tu, que passas girando mostrado todas as tuas fases, e aceitando-as, reconhecendo-as, vivendo-as… 

LUA CHEIA.. Minha Mãe faço um pacto contigo.. Tu brilhas e eu curo-me em Ti.. 

Cresce.. Na Plenitude do teu Ser..
Deixa-te preencher pela Luz do Sol..

Absorve a energia da Luz…

Do crescimento…

Sente a energia vibrar e crescer dentro de ti,

À tua volta..

Actua no teu consciente exterior..

Manifesta-te…

Move os dados,

Movimenta a teia,

E dança ao som da vida!!

Extingue o meu fogo e o teu.

Não me deixes arder e queimar

Sem me poder reparar

Movimenta, dança, vibra…

Extingue a chama.

Cura-me e deixa a água correr..

Nesta fase crescente,

Aprende a lição e ajuda-nos…

Mãe Terra que sejas Protegida,

Não te irrites mais,

Acalma-te por agora,

O Caos está imenso

Quem te habita e Adora

Sofre contigo..

  • O Povo pede Perdã!

Pachamama..

Gaya…

  • Perdoa-nos…

Apontamento…Pessoa

A minha alma partiu-se como um vaso vazio.
Caiu pela escada excessivamente abaixo.
Caiu das mãos da criada descuidada.
Caiu, fez-se em mais pedaços do que havia loiça no vaso.
 
Asneira? Impossível? Sei lá!
Tenho mais sensações do que tinha quando me sentia eu.
Os deuses que há debruçam-se do parapeito da escada.
E fitam os cacos que a criada deles fez de mim.
 
Não se zamguem com ela.
São tolerantes com ela.
O que era eu um vaso vazio?
 
Olham os cacos absurdamente conscientes.
Mas conscientes de si mesmos, não conscientes deles.
 
Olham e sorriem.
Sorriem tolerantes à criada involuntária.
 
Alastra a grande escadaria atapetada de estrelas.
Um caco brilha, virado do exterior lustroso, entre os astros.
A minha obra? a minha alma principal? A minha vida?
Um caco.
E os deuses olham-o especialmene, pois não saem por que ficou ali.
 
 

Acho natural que não se pense…Pessoa (Alberto Caeiro)

Acho tão natural que não se pense
Que me ponho a rir às vezes, sozinho,
Não sei bem de quê, mas de qualquer cousa
Que tem que ver com haver gente que pensa…
 
Que pensará o meu muro da minha sombra?
Pergunto-me às vezes isto até dar por mim
A perguntar-me cousas…
E então desagrado-me, e incomodo-me
Como se desse por mim com um pé dormente…
 
Que pensará isto de aquilo?
Nada pensa nada.
Terá a terra consciência das pedras e plantas que tem?
Se ela a tiver, que a tenha…
Que me importa isso a mim?
Se eu pensasse nessas cousas,
Deixaria de ver as árvores e as plantas
E deixava de ver a Terra,
Para ver só os meus  pensamento…
Entristecia e ficavaàs escuras.
E assim, sem pensar tenho a Terra e o Céu.
 
 

Pedras no caminho…(Fernando pessoa)

Posso ter defeitis,

viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,

mas não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo,

e que posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver,

apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

 

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas

e tornar-se um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si,

mas ser capaz de encontrar um oásis

no recôndito da sua alma.

 

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

 

ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

é ter coragem para ouvir um "não".

É ter segurança para receber uma crítica,

mesmo que injusta.

 

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir um castelo…